Menu
Buscarsexta, 24 de maio de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
19°C
cmd nao
Cultura

Campo Grande vai ganhar escultura de Manoel de Barros em bronze

19 dezembro 2016 - 20h52

A estátua em bronze do poeta Manoel de Barros, encomendada pelo Governo de Mato Grosso do Sul ao artista plástico Ique Woitschach para homenagear o centenário do nascimento do escritor, será instalada em março na avenida Afonso Pena, entre as ruas Rui Barbosa e 13 de Maio, em Campo Grande. Segundo o governador, o objetivo é fazer com que a população interaja com a obra. “Para que as pessoas possam sentar, tirar uma fotografia e reviver as histórias do nosso poeta”, disse Reinaldo.

Os detalhes da escultura foram apresentados nesta segunda-feira (19), data em que Manoel completaria 100 anos se estivesse vivo, na Governadoria. A estátua será realidade em Campo Grande por meio de parceria entre a Sectei (Secretaria estadual de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação) e o Sesc, que ficará responsável pelos cuidados da obra. Para Reinaldo, o monumento de Manoel de Barros vai imortalizar o poeta que é tão querido pelos sul-mato-grossenses.

Idealizador do projeto, o artista plástico Ique mostrou uma miniatura da estátua que servirá de base para a construção da escultura em tamanho real, que deve pesar cerca de 230 quilos de bronze, com aproximadamente 1,38m de altura por 0,42cm de largura. “Para fazer a escultura estudei durante muito tempo o movimento, a forma e fisionomia do Manoel. Essa obra vai oferecer a população a oportunidade de aproximação com o poeta”, disse Ique.

Para o artista plástico, campograndense de nascimento, fazer a escultura de Manoel de Barros é um presente. “É também um prêmio para mim, e é meu primeiro trabalho de volta a Campo Grande”, revelou. Para o secretário da Sectei, Athayde Nery, a estátua imortaliza “um sujeito maravilhoso que construiu Mato Grosso do Sul e o Pantanal no coração do mundo”.

Durante a apresentação dos detalhes da estátua, foi assinado termo de parceria entre o Governo do Estado, a Fecomercio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Mato Grosso do Sul) e o Sesc. “Selamos essa parceria para sermos os guardiões dessa obra de arte”, disse o presidente da Fecomércio/MS, Edison Araújo. A entidade, junto com o Sesc, ficará responsável pela segurança da escultura depois da instalação.

Também participaram do ato solene a secretária adjunta da Sectei, Andrea Freire, a nora de Manoel de Barros, Maísa Andrade Leite de Barros, diretores do Sesc e artistas e representantes do setor cultural do Estado, conforme divulgou a assessoria do Governo.