Menu
Buscarsexta, 19 de julho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
25°C
unigran24
Dourados

Região que já foi 'brejão' ganha urbanização neste sábado

17 novembro 2016 - 20h15

“Todo mundo que entrava na Prefeitura falava que ia resolver nosso problema, mas ninguém teve a coragem de enfrentar esse desafio como o Murilo, que veio aqui logo nos primeiros dias de sua administração para lançar a obra e agora volta para entregar a ultima etapa e transformar nossa região”. Essas palavras são do presidente da Associação de Moradores do bairro João Paulo II, José Alves Pereira, resumindo a história que está mudando completamente a vida da população que reside naquela região do bairro e, de parte da Vila Ubiratan. Trata-se da drenagem e pavimentação das ruas Jaime Moreira e Antonio do Amaral, bem como as transversais naquele setor.

asfalto joãopaulo 1

Sicredi

Primeiro desafio enfrentado por Murilo envolveu aspectos geográficos...

Com recursos próprios e uma pequena parte do Governo Federal, aquela região foi totalmente transformada. Ela saiu de um verdadeiro “brejão” - termo popular utilizado para áreas de várzea - para um bairro onde as pessoas já se preocupam com investimentos em melhorias, por conta da grande valorização imobiliária. A água de minas corria a céu aberto e se juntava ao esgoto, mantendo o local alagado constantemente. Por conta disso, toda aquela região era tomada por valetas e sem condições de trafego. A primeira providência foi drenar a água e levantar o leito das ruas, para que fosse possível apresentar a obra que será entregue neste sábado (19) pelo prefeito e convidados.

asfalto joãopaulo 2

... até transformar aspecto urbano e mudar a vida do bairro João Paulo II

Esse projeto, no qual parte já foi entregue pelo prefeito Murilo, é apenas uma parcela do que foi executado até agora em todo o bairro. Como já foi citado pelo coordenador da Defesa Civil em Dourados, João Vicente Chencareck, no João Paulo II, além deste, havia vários outros pontos críticos, principalmente em períodos de chuva, por conta dos alagamentos. “Quando chovia, pelo menos 50 famílias eram afetadas e tinham que ser socorridas, já que a enxurrada tomava conta das casas nas áreas mais baixas. No final de 2011, três famílias tiveram que ser removidas de suas residências para o estádio Douradão e teve morador que perdeu quase tudo que tinha em casa”, lembra Vicente.

José Alves Pereira, um dos que comemora essa obra, reafirma que o enfim o drama dos moradores acabou. “Isso era tudo mato e a gente vivia em completo abandono, mas agora, graças a coragem e a determinação do prefeito Murilo, a vida é outra”, finalizou.