Menu
Buscarquarta, 17 de abril de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
18°C
Dourados

Trânsito de máquinas rurais na BR-163 preocupa Bebeto

25 fevereiro 2011 - 19h13Por Carlos Marinho
O vereador Bebeto (PDT) está preocupado com o trânsito de tratores e máquinas rurais na rodovia BR-163, principalmente no trecho entre Dourados e a Vila Cruzaltina. O período da colheita provoca o deslocamento do maquinário para diversos pontos nas várias linhas rurais, haja vista a época da colheita da safra, assim como a mecanização do solo das propriedades da região.

“Por diversas vezes já recebemos consultas e reclamações de produtores que precisam trafegar naquele trecho e acabam entrando em confronto com as exigências da Polícia Rodoviária Federal, que por sua vez, cumpre o seu trabalho buscando dar mais segurança a todos que por ali passam”, explica Bebeto.

Para o vereador pedetista, a solução do problema seria a construção de uma “estrada rural”, paralela à BR, ao longo do trecho. “Se for aberta uma estrada rural à margem da rodovia federal será solucionada a questão da segurança, garantindo tanto para os produtores, os trabalhadores e as pessoas que por ali trafegam, a garantia de estarem cumprindo suas obrigações sem infringir as leis”, aponta Bebeto.

Buscando resolver rapidamente a questão, Bebeto apresentou na Câmara de Vereadores uma indicação a ser encaminhada à Prefeitura de Dourados e ao DNIT, solicitando a construção da “estradeira”, lembrando que “os produtores rurais da região de Dourados e dos Distritos que ficam localizados ao longo da BR-163, nas diversas linhas existentes no trecho entre Dourados e a Vila Cruzaltina, necessitam trafegar por essa região com máquinas e equipamentos em época de safra”, ressaltando ainda que “a construção da estrada rural paralela à rodovia facilitará esse tipo de transporte sem confrontar o trabalho da Polícia Rodoviária Federal que, ao cumprir seu papel fiscalizatório, acaba por cercear o trabalho daqueles produtores”.

Bebeto solicitou urgência na realização do serviço, para que não venham a acontecer prejuízos na realização do trabalho rural.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também