Menu
Buscarterça, 21 de maio de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
16°C
Futebol

Familiares dos jogadores da Chapecoense vão receber 26 vezes o salário dos mortos

02 dezembro 2016 - 11h29

Os familiares dos 19 jogadores da Chapecoense mortos no trágico acidente aéreo da madrugada de terça-feira (29) na Colômbia vão receber duas indenizações que somam o valor de 26 vezes do salário que cada um recebia do clube. Esse montante engloba o seguro de vida contratado pela Chape para todos os seus atletas, além do seguro feito pela CBF no valor de doze vezes o valor do salário registrado na carteira de trabalho, com um teto de R$ 1,2 milhão por segurado. Os atletas da Chape recebiam entre R$ 20 mil e R$ 100 mil.

“Todos os familiares de jogadores receberão 14 vezes o seu ganho na carteira de trabalho através do seguro de vida feito pelo clube. Os nossos contratos respeitam a Lei Pelé”, comentou o vice-presidente do Conselho Deliberativo da Chapecoense, Gelson Dalla Costa ao Globoesporte.com.

Como os corpos dos atletas mortos ainda serão transportados da Colômbia, o pedido de recebimento do seguro ainda está em fase inicial. A Chapecoense já está levantando todos os documentos necessários para agilizar o processo.
“Foi um montado um QG na área administrativa do clube para levantar a documentação necessária. Esperamos que os familiares possam receber a indenização o quanto antes. É uma forma de amparar todos eles”, disse Gelson Dalla Costa.

A Chapecoense segue dando acompanhamento psicológico para os parentes e amigos dos jogadores, dos membros da comissão técnica e dos seus funcionários que estão entre as 71 vítimas fatais do acidente aéreo que abalou o mundo. “Estamos fazendo todo o possível para ajudar os parentes e amigos. Também vamos disponibilizar os traslados para levar os corpos para as cidades onde os familiares quiserem enterrar os jogadores”, comentou Dalla Costa.

Deixe seu Comentário

Leia Também