Menu
Buscarterça, 21 de maio de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
26°C
Finanças Pessoais

Sem acordo sobre salários, enfermeiros do HE entram em greve segunda-feira

09 dezembro 2016 - 16h38

Os profissionais da área de Enfermagem do HE (Hospital Evangélico) decidiram nesta sexta-feira (9), após a paralisação por 24 horas, aprovada em conjunto pelos filiados ao Siems (Sindicato dos Trabalhadores na Enfermagem de MS) que o movimento vai continuar na semana que vem. “Aprovamos a greve a partir de segunda (12), porque nas conversas de hoje não obtivemos nenhuma resposta sobre regularização salarial”, revelou uma das participantes do movimento.

Mais de uma centena de pessoas permaneceu fora das funções na manhã desta sexta-feira (9) em Dourados. “Deixamos 30% funcionando, para não dizer que estamos prejudicando o atendimento, como determina o Ministério do Trabalho”, acrescentou a fonte do Douranews. Os trabalhadores reclamam o atraso nos salários. Hoje, o setor emprega em torno de 450 profissionais da Enfermagem 

A direção do HE pagou na quarta-feira (7) o equivalente a 50% dos salários ainda do mês de outubro e disse não ter previsão de quando irá pagar o restante, além do vencimento de novembro e da parcela do 13º. salário que deveria ter sido quitada até o último dia do mês passado.

Servidoras que já trabalham na área há mais de 20 anos informaram ao Douranews que os atrasos no pagamento tem sido uma constante no Evangélico. O presidente do Sindicato estadual, Lázaro Santana, se reuniu nesta manhã com o superintendente do hospital em Dourados, Públios Vasconcelos, para tentar uma saída para essa situação, porém, não conseguiu avançar a conversa.

Os trabalhadores dizem que já procuraram o MPT (Ministério Público do Trabalho) para reclamar dos atrasos nos salários e a autoridade se comprometeu a tentar intermediar o impasse com o HE. Nos últimos meses, o hospital já fechou o atendimento no Posto 2 de Enfermaria, a Clínica Médica e está ameaçando suspender as atividades no PS (o Pronto Socorro), além de já ter reduzido o atendimento na UTI.

Deixe seu Comentário

Leia Também