Menu
Buscarterça, 21 de maio de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
20°C
Polícia

Parte da estrutura da Rio 2016 atende Estado com Mais Segurança

05 dezembro 2016 - 10h19

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e o secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, entregaram, sábado (3), as viaturas, armamentos, munições e equipamentos de proteção pessoal para as policias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e Coordenadoria Geral de Perícias, que foram recebidos do Ministério da Justiça e Cidadania, como contrapartida pelo efetivo enviado pelas por essas forças para trabalhar nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

De acordo com o secretário José Carlos Barbosa, ao todo foram entregues 12 caminhonetes 4X4, sendo oito para a Polícia Militar, duas para a Polícia Civil e outras duas para o Corpo de Bombeiros, além de mais seisviaturas para a Coordenadoria Geral de Perícias. “Esses veículos neste primeiro momento irão servir a Capital, com objetivo de reforçar o policiamento de final de ano. Enfim o somatório dessa estrutura, complementa o programa de investimentos MS Mais Seguro, que tem como finalidade proporcionar à nossa polícia a estrutura para que ela possa bem executar o seu trabalho”, destacou.

Também foram entregues 165 armas, entre elas 93 carabinas 5.56, sendo 73 para a Polícia Militar e 20 para a Polícia Civil, 70 pistolas semiautomáticas, calibre .40, sendo 58 delas para a PM e 12 para a Polícia Civil e mais 13.258 munições que serão divididas entre as duas forças, 238 equipamentos diversos para a PM e 206 equipamentos de proteção pessoal para a Polícia Civil.

Barbosa ainda destacou o andamento do programa de investimentos MS Mais Seguro, que somando as entregas da primeira e da segunda etapa, totalizam mais de R$ 18 milhões aplicados na aquisição de 211 viaturas, 2.024 equipamentos de proteção pessoal, 890 mil munições e 330 armas de grosso calibre, além de R$ 10 milhões que foram destinados para reformas dos prédios das instituições ligadas à segurança pública, por meio do projeto “Mãos que Constroem”, que utiliza a mão de obra prisional. “Queremos entregar ainda em dezembro a 3ª Etapa do MS Mais Seguro”, disse o secretário.

Deixe seu Comentário

Leia Também