Menu
Buscarsegunda, 15 de julho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
10°C
unigran24
Saúde

Dourados é referência nacional em atendimento informatizado do SUS

06 fevereiro 2017 - 10h29

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, convidou o Município de Dourados a coordenar uma oficina que deverá abranger participantes de todos os Estados da região Centro-Oeste do País, quando serão demonstrados, a partir dos exemplos adotados pela Prefeitura na implantação do e-SUS PEC, o programa de sistematização do Prontuário Eletrônico do Cidadão, os resultados obtidos para melhor contemplar os usuários do Sistema Único de Saúde.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Renato Vidigal, o ministro citou Dourados como uma particularidade nacional, durante a visita que fez a Mato Grosso do Sul no final de janeiro, e no encontro com representantes dos municípios do Estado, disse que recebe em Brasília, em tempo real, informações sobre a boa aplicação dos recursos da Saúde que são destinados para o Município.

Sicredi

O secretário Renato Vidigal, que acompanhou a prefeita Délia Razuk, juntamente com o diretor administrativo da Secretaria de Saúde, Dairo Peralta, no encontro com o ministro, lembrou que a atual administração encontrou apenas três unidades de saúde informatizadas e que no primeiro mês de mandato já chegou a 40 pontos de informática, interligados pelo e-SUS. “Nós próximos dias vamos fechar as outras sete que estão faltando e poderemos chegar a 100% de pontualidade no controle de atendimento”, afirmou.

No encontro de Campo Grande, o ministro Ricardo Barros chegou a detalhar, por exemplo, essa procura mais intensa, nos últimos dias, pela vacina contra a febre amarela. “Nós já vimos que algumas pessoas que procuram por essa vacina, na verdade, já foram imunizadas e, com isso, podemos direcionar melhor a distribuição das doses. Quando todos os municípios tiverem o controle que é feito em Dourados, ficará muito mais fácil para desenvolvermos campanhas de cunho nacional”, destacou.

Ações

Renato Vidigal também comentou resultados da audiência concedida pelo senador Pedro Chaves, e os frutos já colhidos no encontro em Brasília, onde o ministro da Saúde já se comprometeu, ao receber o senador no gabinete na quarta-feira passada, em agilizar o pedido de três unidades móveis para atendimento médico e odontológico, além de recursos da ordem de R$ 1,2 milhão para revitalização do espaço do PAM em Dourados. “Além disso, continuamos insistindo no pleito para aumento do custeio aos procedimentos de média e alta complexidade, considerando as dimensões regionais do serviço que é feito em Dourados”, afirmou o secretário.