Menu
Buscarquarta, 17 de abril de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
21°C
Saúde

Governo inclui grávida e criança na vacinação contra gripe

18 março 2011 - 19h29Por Redação Douranews, com Agência Estado

O Ministério da Saúde anunciou nesta quinta-feira, dia 17, que as grávidas e crianças com menos de 2 anos vão receber vacinas contra a gripe comum na campanha nacional que começa no dia 25 de abril.

Até o ano passado, só recebiam as doses gratuitas os idosos com mais de 60 anos. A ampliação do público-alvo tem como objetivo, informou o Ministério, reduzir as mortes e a transmissão de doenças respiratórias, que são mais comuns e perigosas nestas população.

A inclusão das gestantes já era estudada pelo governo federal desde o ano passado. A decisão foi endossada pelos infectologistas que, desde a epidemia da gripe A, conhecida como suína, alertaram para os maiores índices de mortalidade por gripe nas futuras mães. Um dos desafios é que as gestantes temem a imunização, por receio de complicações ao feto. Não há contra-indicações, segundo os especialistas.

Além dos idosos, crianças e grávidas, também serão vacinados os trabalhadores da saúde e a população indígena. A meta do Ministério é vacinar 80% do grupo alvo, o que representa cerca de 23,8 milhões de pessoas. O custo é de R$ 299 milhões

Crianças

Os pais devem levar as crianças duas vezes aos postos de vacinação, quando será aplicada meia dose em cada vez. É essencial que a criança retorne ao posto de saúde 30 dias após receber a primeira dose da vacina para que seja aplicada, então, a segunda dose.

Na população com mais de 60, estudos demonstram que a vacinação pode reduzir em até 45% o número de hospitalizações por pneumonias. Entre os residentes em casas de repousos e/ou asilos, a redução na mortalidade chega a 60%.

Contra-indicações

Não deve tomar a vacina quem tem alergia à proteína do ovo. Pessoas com deficiência na produção de anticorpos, seja por problemas genéticos, imunodeficiência ou terapia imunossupressora, devem consultar o médico primeiro.

Serviço

A campanha começa no dia 25 de abril e vai até 13 de maio. Serão 65 mil postos de saúde espalhados por todo País.