Menu
Buscarquarta, 22 de maio de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
27°C
Saúde

Saúde garante quase R$ 16 milhões para primeira parte do HRD

02 dezembro 2016 - 10h42

O governador Reinaldo Azambuja, o deputado federal Geraldo Resende e o Ministério da Saúde firmaram, nesta quinta-feira (1), a carta de intenções para a liberação de R$ 15,9 milhões que vai garantir o início da construção do HRD (o Hospital Regional de Dourados). Em Brasília, Reinaldo e o secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Francisco de Assis Figueiredo, assinaram carta de intenções entre o Ministério da Saúde e o Governo de Mato Grosso do Sul para financiamento da obra.

“Uma boa notícia para nosso Estado. Continuamos empenhados para tirar o Hospital Regional de Dourados do papel para, além de cumprir uma promessa de campanha, dar um reforço para a saúde da região da Grande Dourados. Definimos a liberação de R$ 15,9 milhões do Ministério para a primeira etapa da obra e vamos dar a contrapartida estadual de R$ 6,7 milhões”, explicou o governador. Ao todo, a primeira etapa do projeto contará com cerca de R$ 23 milhões. O Hospital Regional atenderá um raio de 34 municípios na região da Grande Dourados.

Na reunião realizada nesta quinta-feira, o Ministério da Saúde reconhece a necessidade de reforçar a rede de assistência à saúde na segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul e se compromete em “liberar recursos para a primeira etapa de implantação do Hospital Regional de Dourados, que é município sede de microrregião de saúde e concentra os atendimentos de maior complexidade”.

Reinaldo vem de uma sequência de tratativas com o Ministério para tornar realidade o hospital que vai atender moradores da região da Grande Dourados – composta por 34 municípios. Cerca de R$ 50 milhões são necessários para a conclusão do hospital. Em julho desse ano, ele recebeu do ministro Ricardo Barros a garantia da liberação de R$ 20 milhões para a unidade hospitalar. Em 10 de novembro passado o governador voltou a se encontrar com Barros na Capital Federal, oportunidade em que foi confirmado pelo ministro o repasse de R$ 15 milhões iniciais para o início da primeira etapa das obras.

Após a readequação de projeto e a renovação do convênio com o Ministério da Saúde, que havia sido cancelado na gestão anterior, o Hospital Regional de Dourados está prestes a dar o pontapé inicial para se tornar realidade. Anexa à unidade, o governo construirá ainda um Centro de Diagnóstico, com investimento de R$ 7 milhões – dos quais R$ 3,5 milhões garantidos por meio de emenda parlamentar destinada pelo deputado federal Geraldo Resende.