Timber by EMSIEN-3 LTD
  • cmd recess
Quarta, 19 Junho 2019 07:42

Banco de Alimentos mostra força da agricultura familiar para quem precisa Destaque

Escrito por
Diversificação da produção garante alimento na mesa a muitas famílias que não tem acesso a outra opção Diversificação da produção garante alimento na mesa a muitas famílias que não tem acesso a outra opção Divulgação/Assessoria

A central de distribuição de alimentos montada na manhã desta terça-feira (18) no pátio da Prefeitura para divulgar as atividades do Banco de Alimentos mostrou a força que a Agricultura Familiar ganha no contexto da atual administração.

O evento “Banco de Alimentos em Ação” mostrou mais de perto para autoridades e população em geral toda a dinâmica de distribuição e o processo de movimentação promovido no setor produtivo através da atuação da Secretaria Municipal de Agricultura Familiar, com reflexo direto no fomento à alimentação de qualidade para pessoas mais necessitadas.

Com a presença de autoridades e o secretariado, a prefeita Délia Razuk falou sobre a ação e agradeceu a todos que contribuíram para que o evento acontecesse. Délia mandou um abraço para todos os produtores rurais de Dourados e região, fortes contribuintes para o desenvolvimento do município, e fez um pedido a toda a sociedade douradense, iniciando pelos servidores municipais presentes, que continuem se esforçando para fazer a cidade melhor.

“Vamos dedicar mais amor e abraçar Dourados. Melhorar em tudo para nossa cidade. Trabalhar por ela, para que seja vista como nesta manhã, florescendo e produzindo”, disse a prefeita, se referindo ao sentimento de cada um para com a cidade.

O vereador Alberto Alves dos Santos, o ‘Bebeto’, parabenizou a prefeita pelo trabalho que tem desempenhado. “A prefeita está de parabéns porque tem colocado projetos para funcionar. Está no caminho certo”, disse. Companheiro de Casa de Leis, Silas Zanata reforçou a congratulação. “Parabéns prefeita por incentivar a produção rural em todas as esferas. A senhora está sempre nos distritos, levando melhorias, e isto reflete no crescimento de cada produtor, no crescimento da economia local e, como podemos ver aqui, no amparo as pessoas que precisam”, disse.

Estabelecido através de um decreto, no ano de 2007, o Banco de Alimentos ganhou força na administração da prefeita Délia Razuk. Por opção da prefeita, o fomento a esta modalidade de promoção do direito humano à alimentação adequada tem sido trabalhado com afinco e os resultados são satisfatórios em vários segmentos.
Se por um lado a distribuição gratuita de alimentos às pessoas referenciadas em Cras e as atendidas por entidades filantrópicas promove segurança alimentar e nutricional, por outro, as parcerias entre a Secretaria de Agricultura Familiar e entidades ou produtores trazem a construção de um ciclo de desenvolvimento e inclusão social.

“O Banco de Alimentos é a base para projetos de aquisição de produtos, parcerias públicas como a que existe com a Agepen (a Agência estadual do Sistema Penitenciário) e, o principal, as parcerias com pequenos produtores, engrenagem do sistema de produção e da assistência que a Semaf proporciona e dá aos produtores firmeza para caminharem sozinhos e dar lugar a outros produtores, ciclicamente”, resumiu o secretário interino de Agricultura Familiar, Junior Bittencourt.

Impacto social

Além da ressocialização de presos que a parceria com a Agepen proporciona, dando oportunidade de trabalho nas hortas do sistema penitenciário, o Banco de Alimentos é uma ferramenta social muito forte. “É uma parcela de contribuição para a sociedade. O atendimento chega a 2.200 famílias e é a contribuição na ponta mais frágil, com alimentação para pessoas que realmente precisam”, disse Dalton Santos, diretor do Banco de Alimentos. As entregas são feitas semanalmente e recentemente a melhoria da estrutura e dinâmica de entrega tem sido notável. Na manhã desta terça-feira (18) foi feita a entrega de hortaliças, frutas e milho.

Margarete Maciel, diretora do Cras do Jóquei Clube, destaca o impacto positivo que a distribuição do Banco de Alimentos proporciona. “São 100 famílias atendidas, entre os grupos de convivência de idosos e mulheres que recebem entre 4 e 5 quilos de alimentos semanalmente”, conta. O Cras do Jóquei atende pelo menos 5 mil pessoas referenciadas em uma das regiões mais carentes da cidade.

Segundo a diretora, muitas vezes a alimentação distribuída pelo Banco é a única que algumas famílias têm. “É muito importante porque compõe a alimentação e, junto com outros projetos, traz um amparo para a comunidade local. Eles aguardam ansiosos”, disse.

Através do Cras do Cachoerinha, que atende em torno de 4 mil pessoas, a atenção do Banco de Alimentos chega até aos distritos. Algumas famílias que moram na área urbana de Itahum e Picadinha recebem alimentos. Conforme a diretora Marisia de Paula Martins, são pelo menos 50 famílias atendidas na unidade, englobando a região do bairro, algumas sitiocas e os distritos.

“São frutas e verduras que deixam a alimentação destas pessoas mais saudável. É um público que não tem condições de compor a alimentação com a feirinha e este trabalho se torna imprescindível”, disse, ressaltando que na administração da prefeita Délia, o Banco de Alimentos melhorou em qualidade e quantidade distribuída. (Da assessoria)

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus