Timber by EMSIEN-3 LTD
Lucas

Lucas

O faturamento da indústria caiu 3,3% em outubro frente a setembro, na série com ajuste sazonal, de acordo com a pesquisa Indicadores Industriais, divulgada hoje (1º) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Essa foi a quarta redução consecutiva do indicador. Na comparação com outubro de 2015, a diminuição é de 18%.

Todos os indicadores da pesquisa registraram queda em outubro na comparação com setembro, nas séries de dados com ajuste sazonal. As horas trabalhadas na produção caíram 1,7% e alcançaram o menor nível da série histórica, que começou em 2003. De janeiro a outubro, as horas trabalhadas na produção acumulam uma redução de 8,3% frente ao mesmo período do ano passado.

O emprego recuou 0,6% em outubro ante setembro, na 21ª queda consecutiva do indicador. De janeiro a outubro, o emprego acusa retração de 8% em relação ao mesmo período de 2015.

Massa salarial cai 1,4% em outubro

A pesquisa mostra ainda que a massa salarial real caiu 1,4% em outubro na comparação com setembro. No acumulado de janeiro a outubro, a massa real de salários é 8,8% menor do que a de igual período do ano passado. O rendimento médio real dos trabalhadores encolheu 0,9% em outubro em relação a setembro. A perda é de 0,8% no acumulado de janeiro a outubro frente aos mesmos meses de 2015.

A utilização da capacidade instalada caiu 0,4% e alcançou 76,6% em outubro. É o menor nível desde 2003, quando começou a série histórica, informa a CNI.

Comentário

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, criticou hoje (30) as mudanças feitas pelos deputados federais no texto original do Projeto de Lei (PL) 4.850/16, que trata das Dez Medidas de Combate à Corrupção, projeto popular incentivado pelo Ministério Público Federal (MPF). Segundo Janot, as alterações colocaram o país “em marcha a ré no combate à corrupção”. De acordo com o procurador, “as 10 Medidas contra a Corrupção não existem mais”.

A proposta foi aprovada durante a madrugada pelos deputados no plenário da Câmara, com emendas ao relatório de Onyx Lorenxoni e diversas alterações às medidas propostas inicialmente pelo Ministério Público.

Em nota à imprensa, Janot afirmou que o Ministério Público brasileiro não apoia as alterações no projeto de lei. “As 10 Medidas contra a corrupção não existem mais. O Ministério Público brasileiro não apoia o texto que restou, uma pálida sombra das propostas que nos aproximariam de boas práticas mundiais. O Ministério Público seguirá sua trajetória de serviço ao povo brasileiro, na perspectiva de luta contra o desvio de dinheiro público e o roubo das esperanças de um país melhor para todos nós”, disse.

Na manifestação, Janot afirmou ainda que as alterações são “medidas claramente retaliatórias” e pediu apoio da sociedade para que o projeto não seja concretizado no Senado, para onde segue para votação posterior.

“Um sumário honesto da votação das 10 Medidas, na Câmara dos Deputados, deverá registrar que o que havia de melhor no projeto foi excluído e medidas claramente retaliatórias foram incluídas. Cabe esclarecer que a emenda aprovada, na verdade, objetiva intimidar e enfraquecer Ministério Público e Judiciário”.

Cármen Lúcia

Mais cedo, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, divulgou uma nota em que também lamentou a aprovação, pela Câmara dos Deputados, do crime de abuso de autoridade para juízes e procuradores.

Comentário

Os candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 já podem consultar o local onde farão as provas, marcadas para os dias 5 e 6 de novembro. O acesso ao cartão de confirmação de inscrição foi liberado hoje (19), às 15h, e está disponível pela internet e também no aplicativo do Enem, nas plataformas Android, iOS e Windows Phone.

No dia do Enem, estudantes devem chegar aos locais de prova com antecedência
No dia do Enem, estudantes devem chegar aos locais de prova com antecedênciaArquivo/Marcello Casal/Agência Brasil
Para evitar os já famosos atrasos, a recomendação é que os candidatos façam o caminho de casa até o local de prova antes da data do exame para conhecer o trajeto e evitar imprevistos. No dia da prova, a orientação é chegar com antecedência ao local – os portões abrem uma hora antes do início do exame.

Para obter o cartão, o participante deve acessar o site do Enem na área destinada ao participante. É preciso informar CPF e senha.

Enem 2016

Mais de 8,6 milhões de candidatos se inscreveram no Enem neste ano. Nos dois dias de prova, os portões serão abertos às 12h e fechados às 13h, no horário de Brasília. Os estudantes devem ficar atentos ao horário de verão e verificar na localidade onde moram o horário exato do exame. As provas começam a ser aplicadas às 13h30.

No primeiro dia, serão realizadas as provas de ciências humanas e de ciências da natureza, com duração de quatro horas e meia. No segundo dia, os participantes terão cinco horas e meia para resolver questões de linguagens e códigos, redação e matemática.

A nota do Enem é usada na seleção para vagas em instituições públicas, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu); bolsas na educação superior privada, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni); além de ser requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Para pessoas maiores de 18 anos, o Enem pode ser usado como certificação do ensino médio.

Comentário

A CBF modificou a tabela de classificação do Campeonato Brasileiro na manhã desta terça-feira. O Flamengo aparece sem os três pontos conquistados no Fla-Flu da semana passada, vencido por 2 a 1. O Fluminense entrou com pedido de anulação do clássico por alegar interferência externa no gol de Henrique. O STJD abriu processo para apurar os acontecimentos e suspendeu o resultado.

O Fluminense perdia o clássico por 2 a 1 quando, aos 39 minutos, o zagueiro Henrique, em posição de impedimento, marcou de cabeça. O árbitro Sandro Meira Ricci e o auxiliar Emerson Augusto de Carvalho anularam na hora o gol. Após reclamação dos tricolores, voltaram atrás, o que gerou revolta flamenguista e toda confusão no gramado, que durou aproximadamente 13 minutos.

No domingo, no programa Esporte Espetacular, da Rede Globo, uma leitura labial indicou que o inspetor de arbitragem da partida, Sérgio Santos, que também invadiu o gramado, teria dito ao árbitro: "A TV sabe. A TV sabe que não foi gol". (Veja no vídeo abaixo)
Não há data ainda para o julgamento do caso. Até lá, o Flamengo seguirá sem os três pontos da vitória na tabela e com um jogo a menos, assim como o Fluminense. Se o duelo for anulado, uma nova partida será disputada desde o início, em local a ser marcado.

Comentário

A gordura que o Palmeiras havia perdido no empate contra o Cruzeiro foi recuperada na 31ª rodada. A vitória por 2 a 1 fora de casa contra o Figueirense, aliada à derrota do Flamengo para o Internacional, aumentou as chances de título do Verdão de 53% para 77% ao final da 31ª rodada, que se encerrou nesta segunda-feira. A fonte é o site Infobola, do matemático Tristão Garcia.

Para o Flamengo, a possibilidade de conquista do heptacampeonato se reduziu quase pela metade: de 37% para 19%. Para aumentar a alegria palmeirense, o Atlético-MG foi derrotado pelo Botafogo e estacionou nos 56 pontos, oito a menos que o time alviverde, contabilizando apenas 3% de possibilidades matemáticas de título. E o Santos, ao empatar em casa com os reservas do Grêmio, ficou nos 55 e tem apenas 1% de chances. 

O Tricolor gaúcho foi um dos dois times que briga por vaga no G-6 a não vencer. O outro foi o Fluminense que, derrotado em casa por 2 a 1 para o São Paulo, viu suas possibilidades de disputar a Libertadores minguarem para 18%. O Botafogo, que derrotou o Atlético-MG por 3 a 2 e teve as chances aumentadas de 55% ara 65%.

Na luta contra o rebaixamento, os grandes vencedores da rodada foram São Paulo, Sport e Internacional. O Tricolor superou o Fluminense, subiu para a 12ª colocação e agora tem apenas 4% de chances de cair. O Colorado bateu o Flamengo em casa e viu suas possibilidades se reduzirem de 44% para 27%. E o Rubro-Negro pernambucano, que venceu o Vitória, tem apenas 20% de chances de disputar a Série B em 2017.

 

 

Comentário

Dourados Cines 1,2 e 3

FONE (67) 3411 6999 - AV. MARCELINO PIRES, 3600 CABECEIRA ALEGRE

Sala 1

A lenda de Tarzan

Elenco: Alexander Skarsgård, Margot Robbie, Christoph Waltz

14:30, 21:15

O bom gigante amigo

Elenco: Ruby Barnhill, Mark Rylance, Rebecca Hall

16:45, 19:00

Sala 2

A lenda de Tarzan

Elenco: Alexander Skarsgård, Margot Robbie, Christoph Waltz

21:30

Carrossel 2

Elenco: Jean Paulo Campos, Larissa Manoela, Maísa Silva

15:30

Procurando Dory

Elenco: Ellen DeGeneres, Albert Brooks, Eugene Levy

17:30, 19:30

Sala 3

A era do gelo: O big bang

Elenco: John Leguizamo, Denis Leary, Ray Romano

14:45, 19:15

Jason Bourne

Elenco: Matt Damon, Julia Stiles, Vincent Cassel

16:45, 21:15

Comentário

Dourados Cines 1,2 e 3

FONE (67) 3411 6999 - AV. MARCELINO PIRES, 3600 CABECEIRA ALEGRE

Sala 1

A era do gelo: O bing bang

Elenco: John Leguizamo, Denis Leary, Ray Romano

 

 

 

 

13:00, 15:00, 17:00, 19:00, 21:00

Sala 2

Procurando Dory

Elenco: Ellen DeGeneres, Albert Brooks, Eugene Levy

13:15, 15:15, 17:15, 19:15, 21:15

Sala 3

*Pré-Estreia Carrossel 2

Elenco: Jean Paulo Campos, Larissa Manoela, Maísa Silva

19:30

A era do gelo: O bing bang

Elenco: John Leguizamo, Denis Leary, Ray Romano

13:30, 15:30

Como Eu era antes de Você - estreia 

Elenco: Emilia Clarke, Sam Claflin, Matthew Lewis

21:30

Procurando Dory

Elenco: Ellen DeGeneres, Albert Brooks, Eugene Levy

17:30

Comentário

Em todo o país, o total de pessoas que buscou crédito em junho cresceu 2,1% em relação a maio. É o que diz o indicador de Demanda do Consumidor por Crédito, da empresa Serasa Experian. Com o resultado, a procura fechou o primeiro semestre com alta de 3,2% em relação ao primeiro semestre de 2015.

Para os que ganham menos de R$ 1 mil por mês, houve alta de 1,6% na demanda por crédito em junho, na comparação com maio. A faixa de renda entre R$ 1 mil e R$ 2 mil apresentou alta de 2,4%. Aqueles que recebem de R$ 2 mil a R$ 5 mil mensais tiveram alta de 2,9%. A faixa de renda entre R$ 5 mil e R$ 10 mil por mês acusou aumento de 3,5%. Para aqueles que ganham mais de R$ 10 mil mensais, houve alta de 3% .

Na comparação por regiões do país, apenas o Centro-Oeste registrou queda de 0,2%. Houve crescimento na procura do consumidor por crédito nas regiões Norte (1,6%), Nordeste (1,4%), Sul (4,9%) e Sudeste (1,9%).

Segundo economistas da Serasa Experian, apesar de positiva, a alta de 3,2% da demanda do consumidor por crédito no primeiro semestre deste ano denota enfraquecimento, devido à queda em relação ao mesmo período no ano passado. “Juros altos, o aumento do desemprego e a confiança reprimida dos consumidores diminuíram o ímpeto dos consumidores a procurar crédito neste primeiro semestre de 2016”, informa a nota. Segundo informaçoes da Agencia Brasil. 

Comentário

Página 11 de 11
  • Vitoria

O Tempo Agora

  • mascaras
  • unigran novo

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis