Timber by EMSIEN-3 LTD
  • unigran 2018
  • Camara LDO
Sexta, 12 Janeiro 2018 16:23

Dourados consegue resolver problemas crônicos em especialidades de saúde Destaque

Escrito por
Renato Vidigal diz que problemas na saúde não podem ser tratados apenas como questão econômica Renato Vidigal diz que problemas na saúde não podem ser tratados apenas como questão econômica Assessoria

A Prefeitura de Dourados começa a solucionar um dos mais emblemáticos problemas de Saúde Pública no âmbito da gestão plena, a partir dos entendimentos firmados entre as secretarias municipal e estadual de Saúde, com a nova direção do Hospital Evangélico, o Hospital Cassems, o CTCD (Centro de Tratamento do Câncer de Dourados) e ainda com a UCM e a Cened. Com isso, o Hospital da Vida, considerado único ‘porta aberta’ para a população, passa a oferecer melhores condições de acolhimento aos pacientes das 33 cidades atendidas pela macrorregião.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Renato Vidigal, superado o conflito de interesses que predominava em torno da prestação desses serviços, agora é possível definir claramente os locais de atendimento aos que procuram pelas especialidades nas áreas de oncologia, cardiologia e nefrologia, por exemplo, depois de formalizado o processo de licitação conduzido pelo Município e a implantação de um Sistema de Regulação mais eficiente.

“Durante todo o primeiro ano de mandato da dona Délia, nos debruçamos sobre esse tema, porque a orientação da prefeita era para encontrar uma forma de desafogar o Hospital da Vida, ampliando o atendimento aos casos de solução imediata [considerando, inclusive, o aspecto emergencial aos pacientes ortopédicos] e dar às especialidades o tratamento macro exigido”, comentou o secretário.

Oncologia

Após a conclusão do certame licitatório, o atendimento nas áreas de Radioterapia e Quimioterapia, na Oncologia, passam a ser de responsabilidade do CTCD e os procedimentos cirúrgicos e de internação, pela Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores de Mato Grosso do Sul). “Essa situação nós apresentamos, inclusive, no encontro desta semana, com o secretário de Saúde do Estado, Carlos Coimbra, e o Ministério Público, demonstrando a preocupação em dar legalidade absoluta a todos os trâmites”, acrescentou Vidigal. O atendimento de primeira ocasião é sempre feito no Hospital Cassems.

Cardiologia

Também, os serviços de Cardiologia passam a ser integralmente concentrados no HE (Hospital Evangélico). “Atendimento cardiológico é um serviço 24 horas, com plantão permanente, porque exige tempo de reversão, por exemplo, em caso de um paciente que esteja sofrendo infarto, procedimento que em seis horas pode ser contido com a imediata atuação do profissional”, cita o secretário Vidigal. Por isso, ao invés de procurar o Hospital da Vida, todos os casos são encaminhados diretamente ao Evangélico. “Atendimento imediato reduz o volume de cirurgias, poupa vidas”, afirma, ao anunciar os serviços de pronto-socorro para os casos de dor torácica, sintoma frequentemente associado à angina ou ao infarto, doenças cardiovasculares graves que, se não atendidas, levam ao óbito.

Nefrologia

Já para os pacientes que procuram pelos serviços de hemodiálise, a Secretaria de Saúde definiu os parceiros UCM e Cened, todos vencedores de certame licitatório, para que o atendimento seja feito sem que a pessoa precise sair de Dourados. “Isso explica porque cancelamos o contrato com a empresa que levava todas essas pessoas para Ponta Porã”, observa Vidigal, reiterando o compromisso da Prefeitura de Dourados em valorizar a qualificação dos profissionais da cidade e com o atendimento para que a Assistência de Alta Complexidade seja, de fato, uma realidade, concluiu.

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus