Menu
Buscarsexta, 24 de maio de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
18°C
cmd nao
Campo Grande

Sem contrapartida, Capital não pode usar R$ 120 milhões do PAC

26 outubro 2016 - 11h18

Três anos depois de ter R$ 120 milhões em recursos aprovados para obras em transporte e trânsito, praticamente nada avançou no setor de mobilidade em Campo Grande e de 14 ruas e avenidas que deveriam ser recapeadas e receber estrutura de corredores de ônibus, apenas quatro passam por intervenções, iniciadas em agosto.

O projeto completo, previsto através do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), tem ainda construção de novos terminais, viaduto, estações de embarque cobertas, pontos de ônibus com abrigo e ampliação do Terminal Morenão.

Sem investimentos no setor, a Capital sofre com engarrafamentos diários em 35 cruzamentos diferentes, conforme publicado pelo Correio do Estado na última segunda-feira. O portal publicou ainda que tudo indica que o que atrapalha o andamento dos serviços seja a contrapartida de R$ 60 milhões que a prefeitura precisa dar para que os investimentos alcancem os R$ 180 milhões necessários para todas as obras planejadas.

Deixe seu Comentário

Leia Também