Menu
Buscarterça, 16 de julho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
10°C
unigran24
Dourados

Délia se reúne com lideranças da Reserva e propõe fim das divisões entre índios e brancos

18 janeiro 2017 - 16h53

A prefeita Délia Razuk se reuniu, na tarde desta terça-feira (17), com os capitães das aldeias Jaguapiru e Bororó na Reserva Indígena de Dourados, além de lideranças que representam as comunidades Guarani-Nhandeva e Terena e afirmou que foi eleita no dia 2 de outubro para ser a prefeita de todos os douradenses. “Não quero divisões das aldeias e nem a separação entre a Reserva e a cidade. Somos todos Dourados e é assim que vamos trabalhar”, garantiu a prefeita.

Acompanhada do secretário municipal de Agricultura Familiar, Landmark Ferreira Rios, a prefeita foi recebida pelo ex-candidato a vereador, o advogado Wilson Matos e, logo na chegada, lembrou das muitas vezes que esteve na Reserva acompanhando o marido, ex-deputado Roberto Razuk, que realizou trabalho intenso de apoio aos agricultores indígenas. “Que bom que a senhora veio, agora nós confiamos, porque mulher é diferente, ela enfrenta os problemas de frente”, saudou a artesã Alda Silva, uma das primeiras a cumprimentar Délia.

Sicredi

Depois de ouvir as principais reivindicações das lideranças, relacionadas, principalmente, com a situação das estradas que cortam as aldeias e a necessidade de reativação da Vila Olímpica Indígena, Délia Razuk disse que sabe das necessidades daquela comunidade e que já determinou que todas as Secretarias sejam mobilizadas.

A prefeita recomendou que o advogado Wilson Matos comande o processo de reestruturação da Coordenadoria de Assuntos Indígenas, ouvindo as pessoas que realmente estejam comprometidas com este processo e afirmou que a estrutura da Prefeitura estará sempre presente para atender os habitantes da Reserva.

“Sei que vocês querem estradas boas, com cascalho, escolas com merenda, a Vila Olímpica funcionando e condições para poder vender o que produzem da terra, esse é um compromisso nosso; a disputa eleitoral ficou pra trás, daqui pra frente existe a disposição para o trabalho por Dourados, incluindo os índios das duas aldeias daqui e dos assentamentos indígenas na cidade”, anunciou.

Ao final, a professora universitária Edna de Souza disse que a presença da prefeita, com o secretário e assessores, significa um novo marco para a comunidade. “É a primeira vez, em meus 66 anos de vida, que vejo uma prefeita que, ainda no primeiro mês de mandato, já vem amassar o barro com a gente, sentir os nossos problemas e conhecer a realidade das nossas estradas, das nossas escolas e da nossa saúde”, afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também