Menu
Buscarterça, 16 de abril de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
23°C
Dourados

Prefeitura avalia convênios para manter parcerias com entidades

15 março 2011 - 20h20Por Redação Douranews, com Assessoria
A Prefeitura de Dourados, através da Secretaria Municipal de Educação, está avaliando todos os convênios firmados pelo município com entidades filantrópicas, com o objetivo de manter a parceria de longa data. São instituições que atuam principalmente na área de educação especial, como a Apae e a Pestalozzi, para as quais o município faz cedência de funcionários, e ainda com outros setores que cedem espaços para a prefeitura, principalmente na educação infantil.

No início desta semana, o prefeito Murilo Zauith recebeu o secretário de Educação, Walteir Bettoni, o presidente da Apae, Wisley Milan, e o assessor da entidade, Zildo Maria de Souza.

Os representantes da entidade demonstraram preocupação com o decreto municipal que determinou o retorno de todos os servidores cedidos para suas secretarias de origem. Eles querem que sejam mantidos os que já estão atuando na Apae, até por uma questão de relacionamento com os alunos.

O prefeito explicou que os convênios estão passando por revisão, caso a caso, mas tranquilizou a direção da Apae sobre a manutenção da parceria e do quadro de cedência.

Murilo ressaltou que a atual administração está buscando, dentro do processo de avaliação das parcerias, promover ajustes para melhorar e ampliar essa ajuda recíproca. No caso da Apae, são 14 funcionários cedidos pela prefeitura.

O secretário lembrou que já foram renovados quatro convênios com entidades que atuam na educação infantil e destacou que são parcerias de extrema importância para o município. Para ele, a reavaliação é normal porque é uma forma de a prefeitura se inteirar de todo o processo e, principalmente, saber onde e como estão atuando os servidores do quadro.

Walteir Betoni disse que a Secretaria de Educação está fazendo um cadastramento geral de todos os funcionários da pasta para iniciar um trabalho de forma organizada. Ele informou que várias ações já foram desenvolvidas, como a questão do transporte escolar, merenda, lotação de professores e outros itens fundamentais que necessitam de adequação para permitir o bom funcionamento.