Menu
Buscarquarta, 22 de maio de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
32°C
Educação

Provas do Exame Nacional do Ensino Médio acontecem este fim de semana em todo o país

05 novembro 2016 - 11h40

Neste fim de semana (5 e 6), segundo dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), mais de 8 milhões de pessoas em todo o país realizarão as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A seleção é a principal forma de acesso às Universidades Federais e fundamental para quem pretende uma bolsa de estudos ou financiamento estudantil em universidades particulares. Este ano, o Enem traz uma novidade: durante a aplicação das provas, os chefes de sala farão a coleta de dados biométricos dos participantes.

Em Mato Grosso do Sul, os estudantes que vislumbram uma vaga na universidade contam com o apoio do Curso Estadual Preparatório para o Ingresso no Ensino Superior (CIES), oferecido pela Secretaria de Estado de Educação (SED) em 45 escolas, de 29 municípios e que, em 2016, atendeu mais de três mil estudantes. Na semana que antecede o Enem, os estudantes participaram de aulas especiais e de um simulado. “Os professores organizam um plantão de dúvidas nos dois dias que antecedem as provas do Enem, para que os estudantes façam a correção de seus simulados”, explicou a coordenadora do CIES na EE Joaquim Murtinho, Ana Maria Pessoa Ortiz.

Na Escola Estadual Amélio de Carvalho Baís a ansiedade tomou conta dos estudantes que farão o Enem, como Gabrielli de Almeida Rodrigues, do 3º ano do ensino médio e que há três anos está se preparando para esta prova. “Estou muito ansiosa para a chegada do Enem, mas tenho boas expectativas, até porque tive professores ótimos, que me deram muitas dicas e trabalharam formas dinâmicas para que houvesse um aprendizado diferenciado. Sou grata por todo o conhecimento adquirido e me sinto pronta para o Enem, vou dar o meu melhor e fazer valer a pena o esforço de cada professor”, contou a estudante.

Depois de uma rotina pesada de estudos, revisões e simulados, agora é hora de descansar. “Os alunos devem tirar a sexta para relaxar e não pensar em estudo, pois eles já fizeram isso ao ano todo”, destacou o professor de Língua Portuguesa e Literatura, Alan Silus. O professor explica que neste momento é importante manter a calma para não perder a concentração. “Eu sugiro aos alunos que durmam cedo hoje e levantem amanhã em um horário propício para quem possam tomar um bom café da manhã e chegarem ao local de provas sem atraso”, alertou Silus.

Provas

De acordo com o Inep, os portões de acesso serão abertos às 12h e fechados às 13h (horário oficial de Brasília). O exame terá início às 13h30 (horário oficial de Brasília) e será composto por quatro provas objetivas, com 45 questões de múltipla escolha cada, e uma redação.

No sábado, a prova terá duração de quatro horas e meia e conteúdos de Ciências Humanas e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Já no domingo, os candidatos terão cinco horas e meia para concluírem as provas nas áreas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias e fazerem a redação.

Cada Participante deve ter em mãos caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente, obrigatória para o Exame. O uso de outra cor poderá comprometer a leitura ótica do Cartão-Resposta. É necessário, também portar um documento de identificação original com foto e o cartão de confirmação de inscrição.

Adiamento

O Ministério da Saúde (MEC) divulgou nesta sexta-feira (4), a lista de escolas ocupadas onde o Enem será adiado. Em Mato Grosso do Sul, de acordo com o Inep, 488 pessoas terão de fazer as provas nos dias 3 e 4 de dezembro. Para saber mais acesse www.mec.gov.br.