Menu
Buscarsegunda, 15 de julho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
10°C
unigran24
Política

‘Grupo dos 11’ quer decidir eleição da Câmara

22 outubro 2016 - 15h02

Os 11 atuais vereadores da Câmara de Dourados, reeleitos para o mandato seguinte, de 2017 a 2020, já se preparam para tentar estruturar o ‘grupo dos 11’ no sentido de exercer poder de influência na eleição da nova Mesa Diretora.

O atual presidente da casa, vereador reeleito Idenor Machado (PSDB), não confirma os entendimentos, diz que “vamos começar a conversar só depois da diplomação, lá pra perto da virada do ano” [a Justiça Eleitoral tem até o dia 18 de dezembro para diplomar os eleitos], mas afirma que é possível, sim, que os vereadores que vão permanecer nos mandatos tenham interesse nessa disputa.

Sicredi

Idenor citou ainda, em entrevista neste sábado (22) na rádio FM92, que ser presidente da Câmara é uma tarefa difícil, ele próprio lembrou que ainda durante a campanha eleitoral teve que passar quase uma semana em Campo Grande, cuidando de interesses administrativos.

“O presidente da Câmara e o primeiro secretário da Mesa tem direito a um acréscimo de 50% nos subsídios, mas eu e o vereador Dirceu Longhi [do PT, não reeleito] preferimos abrir mão dessa vantagem financeira e continuamos trabalhando no mesmo ritmo, com a mesma dinâmica, mantendo a autonomia do Legislativo em primeiro lugar”, afirmou o vereador do PSDB.

Idenor Machado preside a Câmara desde 2011 e, como estará iniciando uma nova legislatura, de 2017 a 2018, pode novamente ser eleito presidente, dependendo dos entendimentos que venham a ser realizados até à posse dos novos vereadores.

Deixe seu Comentário

Leia Também