Timber by EMSIEN-3 LTD
Quinta, 17 Setembro 2020 14:12

Como manter uma rotina de estudos durante a pandemia Destaque

Escrito por FERNANDO MACHADO

As medidas de isolamento social adotadas em razão da pandemia da Covid-19 trouxeram inúmeras mudanças na vida cotidiana. Uma dessas mudanças, foi a adaptação das atividades de educação para as plataformas digitais, diante da impossibilidade de aulas presenciais.

Alunos e professores tiveram que se adaptar ao chamado ensino remoto, que utiliza de ferramentas de videoconferência, interação, disponibilização de materiais de apoio e avaliações à distância.

Contudo, muitos alunos tem apresentado dificuldades de acompanhamento, por serem mais habituados às metodologias tradicionais, o que acarreta uma barreira a mais no processo de ensino-aprendizagem.

Nesse contexto, algumas medidas podem auxiliar na organização diária para melhor aproveitamento do ensino remoto:

1. Rotina de estudos
A principal recomendação para este momento é a manutenção da rotina diária, o mais próximo possível das aulas presenciais. A grande maioria das instituições de ensino oferecerem aulas ao vivo por videoconferência, que é um dos instrumentos mais efetivos de aprendizagem, pois permite a interação em tempo real entre aluno e professor.

Ainda que as aulas sejam gravadas e disponibilizadas posteriormente pelo professor, é um erro o aluno acreditar que “pode deixar para assistir depois”, pois a tendência é o acúmulo de aulas pendentes, que tornará inviável que assista a todas elas.

Do mesmo modo, é fundamental que o aluno mantenha seu horário de estudo conforme havia planejado antes do início do isolamento. Se deixar de estudar no horário regular, a tendência é que outras ocupações diárias como trabalho, família ou mesmo distrações acabem atrapalhando o estudo em outro horário.

Assim, ao manter a programação regular das atividades, o estudante tende a se manter mais concentrado nos estudos.

2. Local apropriado
Nem todos possuem um escritório específico para estudo, mas ainda assim, é importante buscar um local mais adequado possível, que permita ao aluno se concentrar no momento do estudo. Uma cadeira e uma mesa apropriadas, em um local mais silencioso, deixando à mão os livros, garrafa de água e outros materiais necessários, já permitem que o aluno possa reproduzir um ambiente apropriado para concentração.

Evite ao máximo assistir aulas, ler ou realizar atividades no sofá, na cama ou frente a distrações como televisão ou celular, pois haverá maior dificuldade de concentração, comprometendo a fixação do conteúdo.

3. Estabeleça um cronograma de estudos com metas e intervalos
Estudar em casa pode ser mais difícil, pois a organização do cronograma de estudos passa a depender principalmente do aluno, o que pode levá-lo a se perder na gestão pessoal do tempo. Por essa razão, é importante que o aluno defina metas diárias de estudo, como um número de páginas para leitura, a realização de atividades ou determinadas vídeo-aulas. Após a conclusão das metas planejadas, o tempo remanescente será utilizado para lazer, atividades físicas ou outras atividades pessoais.

Do mesmo modo, o período de estudo deve ser intercalado com intervalos, pois o estudo em casa pode ser mais cansativo que uma aula presencial. Assim, é importante intervalos de 5 ou 10 minutos a cada 30 ou 40 minutos de estudo, para evitar o cansaço mental e consequentemente, a perda da atenção necessária para o aprendizado.

* O autor é Doutor em Direito e Professor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul - UEMS
Instagram: @professorfernandomachado

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis