Timber by EMSIEN-3 LTD
Quinta, 29 Novembro 2018 14:05

Ao abrir evento nacional na Capital, Reinaldo fala sobre salto em transparência de MS Destaque

Escrito por
"Saímos da lanterninha (com 1,4) para a nota 10 em transparência, com ações de equilibrio fiscal", diz Reinaldo "Saímos da lanterninha (com 1,4) para a nota 10 em transparência, com ações de equilibrio fiscal", diz Reinaldo Assessoria/ChicoRibeiro

Ao abrir o seminário “O Controle e a Administração Pública” e a “29ª Reunião Técnica do Conaci - Conselho Nacional de Controle Interno”, o governador Reinaldo Azambuja destacou nesta quinta-feira (29) as medidas e ações implementadas em Mato Grosso do Sul para aumentar o controle dos gastos e a transparências das ações. O evento, que acontece pela primeira vez na capital sul-mato-grossense, tem como palco o Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo.

Reinaldo apresentou um panorama das ações realizadas durante o primeiro mandato como a criação, em 2016, da Controladoria-Geral do Estado, que fiscaliza os atos das secretarias, a implantação da Lei de Combate à Corrupção e do Fundo de Combate à Corrupção e a nota máxima alcançada em transparência. Ele também falou do financiamento internacional Profisco II para aumentar a eficiência e o controle das compras governamentais e conseguir investir melhor no que é prioridade para melhorar a vida das pessoas.

“Recentemente assinamos com o BID, Banco Interamericano de Desenvolvimento, um financiamento que tem muito a ver com o momento, melhorar o perfil da gestão em eixos principalmente estratégicos. Não é só olhando a receita, mas principalmente a despesa, e através da economia disso transformar em investimentos em saúde, educação, segurança e desenvolvimento. São quase R$ 173 milhões para implementar uma teia que passa pelo controle, gestão e para melhorar compras governamentais”, disse.

O governador lembrou que Mato Grosso do Sul saltou da lanterninha em transparência (nota 1,4) no ranking dos órgãos de controle para a nota 10. Entre os responsáveis pela avaliação estão a AGU (Advocacia Geral da União), a CGU (Controladoria-Geral da União) e o TCU (Tribunal de Contas da União). "Hoje, qualquer cidadão pode acessar do computador de casa quanto o Governo do Estado arrecada e como gasta. Basta entrar no Portal da Transparência. Sem precisar fazer qualquer tipo de cadastro e sem burocracia, é possível consultar contratos, licitações, despesas, receitas, repasses, convênios e os salários de cada um dos servidores", exemplificou Reinaldo Azambuja.

Além do Portal, o Governo também mantém canais de diálogo permanentes com o cidadão através do SIC (Serviço de Informação ao Cidadão), oferecido nos formatos presencial e eletrônico. Por meio desse instrumento, é possível tirar qualquer dúvida a respeito do Governo.

  • Vitoria

O Tempo Agora

  • mascaras
  • unigran novo

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis