Menu
Buscarsábado, 13 de abril de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
25°C
Educação

Reitor Damião mostra plano de expansão e projeta crescimento da UFGD até 2020

01 março 2011 - 12h31Por Clóvis de Oliveira, Especial para o Douranews

O professor Damião Duque de Farias, reitor da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), reuniu a jornalistas e publicitários ontem (28) à noite, na sala de reuniões da Reitoria da Instituição para apresentar tópicos do plano de expansão da Universidade, no contexto do programa nacional de crescimento das Instituições Federais de Ensino Superior.

De acordo com o reitor, é possível elevar a taxa bruta de matrícula na educação superior para 50% e a taxa líquida para 33% da população de 18 a 24 anos, assegurando a qualidade da oferta, conforme prognósticos do Ministério da Educação. Damião projetou o crescimento da UFGD até 2020, assegurando, de imediato, que é possível visualizar uma população universitária da ordem de 18.000 pessoas, incluindo docentes, técnicos e discentes da graduação e dos programas de mestrado e doutorado.

Segundo o reitor da UFGD, o Ministério da Educação entende que é possível elevar a qualidade da educação superior pela ampliação da atuação de mestres e doutores nas instituições de educação superior para 75%, no mínimo, do corpo docente em efetivo exercício, sendo, do total, 35% com o título de Doutorado.

Ele também mostrou os números atuais da UFGD: 7.547 alunos matriculados nos cursos de Graduação; 860 nos programas de Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado); 833 servidores do quadro técnico-administrativo (incluindo 543 no Hospital Universitário); e 545 docentes.

Para 2020, conforme o programa de expansão, a UFGD projeta contar com 1.094 docentes, 1.318 técnicos, 2.200 matriculados nos programas de Pós-Graduação e 13.487 acadêmicos freqüentando os cursos da Graduação. A meta é formar uma população universitária de aproximadamente 18.100 habitantes. Nesse contexto, estão previstas a abertura de novas salas em 10 cursos já oferecidos e outros novos 17 de Graduação, além de 40 novas opções nas áreas de Mestrado e Doutorado.