Menu
Buscarsábado, 25 de junho de 2022
(67) 99913-8196
°max
°min
unigran topo
MS

Mulher que foi mantida presa em casa durante dois meses sem luz e água é resgatada

Segundo a polícia de Aparecida do Taboado (MS), além de estar trancada, a vítima também era agredida com pauladas, socos e chutes pelo parceiro. O homem foi preso em flagrante.

18 maio 2022 - 09h00Por G1

Uma mulher, de 33 anos, foi resgatada, nesta terça-feira (17), após ter sido mantida presa por dois meses sem energia e água pelo parceiro, de 35 anos, em Aparecida do Taboado, a 442 km de Campo Grande. O homem foi preso em flagrante.

De acordo com a Polícia Civil do município, a porta do imóvel era bloqueada com diversos objetos, dificultando a abertura. Em depoimento, a vítima disse que estava sendo mantida no interior do imóvel há mais de dois meses, sendo agredida pelos suspeito com socos, chutes e pauladas.

A vítima disse ainda que o parceiro é usuário de drogas e vendeu todos os móveis da casa para comprar entorpecentes. Para a polícia, ela contou que para sair do local, o companheiro pegava uma escada para subir no telhado, evitando assim de retirar os objetos da porta e facilitar sua fuga.

No local, a polícia verificou que a mulher vivia em condições insalubres, sem energia, água encanada ou higiene.

A mulher foi encaminhada o pronto socorro com lesões por todo o corpo, inclusive na região do crânio, proveniente dos golpes com pedaço de pau. O homem foi levado em flagrante para a delegacia de Aparecida do Taboado, onde permanece preso.