Menu
Buscarsábado, 22 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
27°C
unigran24
banner100
DISPUTA FEDERAL

Botelho diz que suplentes somam pelo histórico

Candidato ao Senado de Dourados critica escolhas financeiras

08 agosto 2022 - 08h35Por Redação Douranews

Oficializado na convenção do PT do último sábado (30) de julho, o professor Tiago Botelho, um dos mais novos candidatos ao Senado do Brasil, definiu como primeira suplente na chapa a ex-secretária de Trabalho, Assistência Social e Economia Solidária no Governo Zeca do PT, Eloisa Castro Berro e para a segunda suplência, Bruno Migueis, empresário do ramo de turismo em Corumbá.

Botelho, disse que, mesmo considerando o disputadíssimo pleito eleitoral, principalmente para a vaga que pleiteia [ele concorre com dois ex-ministros, Tereza Cristina e Mandetta, do Governo Bolsonaro e com o ex-juiz federal e ex-candidato a governador Odilon de Oliveira], o critério de escolha dos suplentes “não foi o financeiro”. Segundo ele, boa parte dos candidatos ao Senado escolhem suplentes ricos para ajudarem financeiramente na campanha.

“É muito feio o que fazem com a vaga de suplente, é quase um leilão de quem é mais rico. Podem analisar os suplentes de boa parte dos candidatos. Vocês verão magnatas”, diz.

A escolha, para o professor Tiago Botelho, tem que ter um objetivo político e não financeiro. “Meus suplentes não serão coadjuvantes no processo eleitoral e no nosso mandato. Escolhi com muito cuidado, pois eles estarão comigo ajudando a construir um Mato Grosso do Sul mais humano”, afirma.

Eloisa Castro Berro

Mestre em Serviço Social, ex-secretária estadual de Trabalho, Assistência Social e Economia Solidária, ex-Coordenadora Geral da Casa da Mulher Brasileira de Campo Grande, professora universitária de cursos de graduação e pós-graduação, autora de artigos publicados em revistas e jornais sobre o combate à violência contra as mulheres. “Tem vasta experiência em gestão na área social, e me ajudará a lutar junto com o presidente Lula para reconstruirmos políticas públicas no Mato Grosso do Sul e ajudar a tirar o Brasil da fome e do desemprego”, afirma Tiago.

Bruno Nascimento Migueis

Bacharel em Direito, empresário do ramo do turismo, Armador Naval, atua em questões sociais de preservação e conservação ambiental no Pantanal. Idealizador e investidor na comunicação da hidrovia do Rio Paraguai, em parceria com a Marinha do Brasil, é uma liderança jovem na região de Corumbá. “Me ajudará a defender os pequenos empresários e a proteger o Pantanal e os biomas de Mato Grosso do Sul”, ressalta Botelho.

O professor da UFGD e candidato da região da Grande Dourados e do Conesul do Estado, diz que está animado com a disputa do Senado, “primeiro, por sermos a única chapa que traz renovação e representa o projeto do presidente Lula no Mato Grosso do Sul. Segundo, por ter conseguido trazer representatividade diversa para o projeto, uma vez que unimos a juventude, mulheres, homens, interior, capital e os empresários”, conclui.